Ponto Mobile: O que é e como funciona? 5 meses atrás

ponto mobile

A grande maioria das empresas sabe muito bem que a partir de um certo número de funcionários é necessário fazer a marcação de ponto para evitar qualquer problema com a legislação trabalhista. O ponto mobile acabou surgindo como alternativa nos últimos anos ao relógio de ponto eletrônico e tem ajudado diversas empresas a fazer o controle de ponto de maneira mais eficiente e barata. Enquanto um relógio de ponto tradicional chegava a custar R$3.000, o ponto mobile em geral tem uma mensalidade por funcionário que pode chegar a ser de apenas R$5, facilitando a vida das pequenas e médias empresas.

O ponto mobile não só traz economias para as empresas que o utilizam, mas também evita que erros ou fraudes sejam cometidos neste processo tão essencial para as empresas. Além disso, fazer a marcação de ponto de funcionários remotos fica infinitas vezes mais simples.

Contudo, o ponto mobile ainda é desconhecido pela grande maioria das pessoas. É comum se perguntar se ele tem validade jurídica, se ele já ajuda a calcular o pagamento de horas extras e banco de horas e, principalmente, se ele é fácil de utilizar. Pensando em resolver estas e outras perguntas, nós da mywork resolvemos criar esse guia explicando em detalhas como funciona o ponto mobile.

Como funciona o ponto mobile?

O ponto mobile nada mais é que um sistema que permite a marcação do ponto pelo celular. Essa marcação de ponto pode ser feita via web (acessando o site do sistema de ponto e fazendo o login) ou via um aplicativo de controle de ponto que pode ser baixado tanto na Play Store quanto na App Store. Há uma grande preocupação das empresas em deixar o aplicativo super leve e disponível para o maior número de dispositivos.

Contudo, o ponto mobile sozinho é apenas um caminho para bater o ponto. Um sistema de controle de ponto completo inclui uma série de outras funcionalidades. Estas funcionalidades existem para que todo o processo de controle de ponto possa ser feito em uma única plataforma, diferente dos relógios de ponto tradicionais que muitas vezes exigem que você tenha um sistema de tratamento de ponto paralelos.

Relatórios: Talvez a principal funcionalidade de um sistema de controle de ponto online seja os seus relatórios de ponto. Neles, os ponto mobile são mostrados e é calculado todas as informações básicas para fechamento de mês como as horas trabalhadas, horas extras, banco de horas e adicional noturno. Estes relatórios são tipicamente impressos para o funcionário assinar e enviados para os contadores realizarem o processo de emissão da folha de pagamento.

Alertas: Uma vez que a jornada de trabalho junto com seus intervalos seja cadastrada no sistema, muitos aplicativos de ponto mobile enviam alertas para o funcionário não esquecer de registrar seu ponto. Isso evita que ele e o gestor tenham que fazer um grande número de ajustes nos pontos para finalizar as informações que vão alimentar a folha de pagamentos.

Tratamento de ponto: Por mais que se tente evitar através de alertas e avisos, sempre haverá a necessidade de se fazer ajustes nos pontos registrados. Alguns sistemas de ponto mobile permitem que isso seja feito na plataforma e outros nos relatórios. De qualquer forma, o tratamento de ponto via software é uma tarefa muito importante e que não pode ser negligenciada.

Segurança: Sistemas de ponto mobile precisam de mecanismos de segurança para evitar marcações de ponto indevidas. Há várias maneiras de se fazer esse controle entre eles a geolocalização (que permite saber o local onde o ponto foi batido), controle por IP (garante que o ponto foi batido na rede correta), controle por biometria (foto, reconhecimento facial e digital entram neste quesito) e até mesmo cercas eletrônicas (permitir que o ponto seja batido apenas em determinado local). Com todas essas medidas de segurança, o ponto mobile é mais seguro que todas as outras alternativas do mercado incluindo os relógios de ponto tradicionais, relógio de ponto cartográfico, livro de ponto e planilha de controle de ponto.

Suporte: Nenhum sistema é completo se não houver uma equipe de suporte para te ajudar quando mais precisa. Isso deve ser levado em conta na hora de optar por um provedor de ponto mobile versus o outro.

Modo Fixo: Como dito anteriormente, o ponto mobile pressupõem que o ponto será registrado em um dispositivo móvel. Contudo, é possível que certas empresas prefiram que os funcionários façam o registro do ponto em um dispositivo fixo – um computador ou tablet na recepção, por exemplo.

O ponto mobile é permitido por lei?

Desde 2011 com a publicação da Portaria 373 do Ministério do trabalho e Emprego é permitido fazer o controle de ponto utilizando um sistema de ponto mobile. Os chamados “métodos alternativos de controle de ponto” precisam apenas seguir algumas regras básicas para serem juridicamente aceitos. As empresas também apenas precisam verificar o posicionamento de seu sindicato quanto a estes métodos. Nós escrevemos um grande guia explicando essas regrinhas que pode ser lido aqui.

Quanto custa um sistema de ponto mobile?

Um sistema de ponto mobile que venha com aplicativos e todas as funcionalidades mencionada acima tende a ser bastante acessível para pequenas e médias empresas. Nós da mywork, por exemplo, chegamos a cobrar até R$5 por funcionário por mês dependendo do número total de funcionários usando o ponto mobile. Este valor é cobrado apenas nos funcionários que efetivamente batem o ponto. Você pode ver mais detalhes sobre o preço da mywork aqui.

Como faço se quiser testar o ponto mobile?

Para testar o nosso sistema de controle de ponto é muito fácil. Basta criar uma conta neste link e cadastrar os primeiros colaboradores que farão os testes na plataforma. Se você preferir, você também pode se cadastrar em um formulário no nosso site que um de nossos representantes entrará em contato o mais rápido possível.

Nenhum comentário em Ponto Mobile: O que é e como funciona?

Deixe uma resposta