TRABALHO REMOTO: 10 DICAS IMPERDÍVEIS 5 meses atrás

O trabalho remoto é uma tendência cada vez mais presente nas empresas brasileiras. Várias áreas já adotam esse regime de trabalho pelo país com o objetivo de flexibilizar as dinâmicas de trabalho, o que cria novos paradigmas relacionados à realização de atividades à distância e no ambiente corporativo.

A prática do trabalho remoto já era comum em algumas empresas, mas em 2020, por conta da crise causada pela pandemia de coronavírus, essa modalidade de trabalho se difundiu muito rapidamente entre as organizações, o que obrigou muitos gestores e colaboradores a se adaptarem a um novo estilo de trabalho nunca antes exercitado. 

Por isso, é comum que muitos profissionais não conheçam as melhores práticas para realizar atividades à distância e até mesmo sintam dificuldades para manter a concentração. Ao mesmo tempo, muitos gestores e líderes de equipes enfrentam dificuldades no momento de motivar os colaboradores e estimular a comunicação entre os times que estão trabalhando remotamente. 

Pensando nesses fatores, a mywork elaborou esse artigo com tudo que você precisa saber sobre o trabalho remoto e trouxe dicas de como realizar as atividades à distância da melhor forma possível. Leia mais!

O que é trabalho remoto?

O trabalho remoto, de forma geral, pode ser caracterizado como o trabalho que é feito à distância, fora do ambiente empresarial. Em outras palavras, ele acontece quando as demandas e as atividades típicas do cotidiano de trabalho são desempenhadas de qualquer lugar através do uso de tecnologias próprias.

O trabalho remoto também é conhecido como teletrabalho ou, mais comumente, como Home Office e permite que os trabalhadores que exercem esse tipo de dinâmica trabalhem em diversos lugares. Um profissional pode muito bem trabalhar de casa ou de um café, um aeroporto, um espaço de coworking, ou qualquer outro ambiente que tenha conexão à internet. 

O ponto central é: esta modalidade de trabalho não obriga que o colaborador esteja presente no escritório, o que flexibiliza desde o dia a dia do trabalhador até as possibilidades de contratação.

Muitos gestores ficam surpresos com a quantidade de possibilidades que surgem quando o trabalho remoto é adotado pela empresa, pois esse tipo de regime atende à diversas necessidades do trabalhador contemporâneo. O principal desafio está em manter a organização e estabelecer rotinas confortáveis tanto para o colaborador quanto para a empresa. Mas fique tranquilo(a)! A mywork está aqui para ajudar.

Vantagens de adotar o trabalho remoto

Existem várias vantagens para a empresa e para o trabalhador quando o regime de home office é instituído. Reunimos aqui algumas delas:

    • Economia com transporte: ao permitir que os funcionários trabalhem de casa, os gastos com transporte diminuem drasticamente tanto para os colaboradores, que deixam de gastar com gasolina e transporte público, quanto para a empresa, que pode deixar de oferecer o vale-transporte aos trabalhadores.
    • Economia de tempo de deslocamento: com a possibilidade de trabalhar em casa, o profissional não precisa mais perder tempo no trânsito, o que pode resultar não apenas numa melhoria na qualidade de vida do indivíduo, mas também numa diminuição do impacto ambiental causado pelo deslocamento em carros e transporte público, como ônibus, por exemplo.
    • Redução de custos com infraestrutura: ao permitir que os profissionais trabalhem remotamente, a empresa abre mão da necessidade de ter um espaço físico para reunir as equipes durante o expediente de trabalho, o que reduz drasticamente o gasto com aluguel, água, luz, limpeza e outros encargos típicos da manutenção de um espaço físico de trabalho como um escritório, por exemplo, já que todos passam a atuar num escritório virtual.
    • Mais possibilidades de contratação: no caso de empresas que permitem o home office integral para todos os colaboradores ou parte deles, as possibilidades de contratação se expandem muito. Por não obrigar as equipes a terem um local fixo de trabalho, é possível contratar profissionais de outras cidades ou até mesmo de outros países sem a necessidade de fazê-los se mudar para perto do trabalho.
    • Melhorias na qualidade de vida: os profissionais que trabalham remotamente tendem a ter uma melhor qualidade de vida, pois a falta de estresse causada por situações do dia a dia, como, por exemplo, o trânsito, ou até mesmo a possibilidade de ter algumas horas a mais de sono ou se alimentar de maneira correta com comida caseira, influenciam positivamente na saúde e no bem estar dos profissionais.
    • Possibilidades de capacitação e desenvolvimento de projetos pessoais: os profissionais que trabalham de casa tendem a ter mais tempo para se dedicarem a atividades paralelas ao trabalho, como cursos de capacitação, graduações e especializações e projetos pessoais. Isso influencia não apenas na qualificação profissional destes colaboradores, mas também na melhoria das atividades executadas e satisfação pessoal.
    • Aumento na produtividade: de forma geral, há várias pesquisas que indicam que os profissionais que realizam trabalho remoto tendem a ter uma produtividade maior. Isso se dá por vários fatores, como a criação de rotinas mais organizadas, a possibilidade de dedicar tempo que seria gasto no deslocamento ao trabalho, o estabelecimento de rotinas e metas compartilhadas com o resto da equipe, a ausência de distrações com fofocas e intrigas do ambiente de trabalho, etc.

Cuidados a se tomar ao adotar o trabalho remoto

Há alguns pontos de atenção que devem ser considerados pelas empresas e pelos gestores quando há a possibilidade de estabelecer o trabalho remoto nas empresas.

  • Motivação das equipes: sabemos que alguns profissionais têm dificuldades em se manter motivados quando trabalham no regime de trabalho remoto, pois sentem falta do contato e do incentivo do restante da equipe durante o expediente. Por isso, é importante que a empresa estabeleça formas de motivar os colaboradores que atuam em regime de teletrabalho, para evitar a desmotivação e a queda da produtividade.
  • Foco: Trabalhar de casa nem sempre é uma alternativa que funciona para todos os colaboradores. Aqueles que dividem moradia com outras pessoas ou têm filhos pequenos podem ter dificuldades em manter o foco durante a jornada de trabalho, o que pode impactar na execução das atividades. Por isso, é essencial que a empresa entenda as necessidades de cada colaborador antes de instituir a política de home office, para que se criem rotinas e regras que equilibrem tanto a relação do profissional com a organização quanto com as dinâmicas domésticas.
  • Monitoramento de jornadas: Ao permitir que os funcionários trabalhem de casa, é importante que algumas diretrizes sejam estabelecidas e cumpridas. É importante que o profissional siga a rotina de trabalho no horário certo, ou seja, respeitando as horas de trabalho estipuladas em seu contrato de trabalho. Claro que o trabalho remoto permite uma maior flexibilidade nas rotinas, mas é importante que os gestores acompanhem a jornada de trabalho dos colaboradores para garantir que os horários estão sendo cumpridos. Para isso, é comum que as empresas busquem soluções de controle de ponto online, como o da mywork,  e sistemas de trabalho remoto para a comunicação.
  • Comunicação: É fundamental que a empresa incentive e possibilite a comunicação entre os colaboradores, principalmente entre aqueles que fazem parte do mesmo time ou departamento. É importante que os profissionais tenham conhecimento das atividades e projetos que estão sendo desenvolvidos por outras áreas da empresa, pois isso permite não apenas a integração, mas uma visão global do que está sendo desenvolvido em vários eixos. Para isso, muitos gestores contam com tecnologias da comunicação e aplicativos de mensagens, como slack, hangouts, discord, google meets e até mesmo o whatsapp.

10 icas para um trabalho remoto de qualidade

Se você é um(a) gestor(a) que decidiu instituir o trabalho remoto para sua equipe ou se você é um(a) profissional que quer criar uma rotina saudável para o home office, essas dicas são para você!

  • Tenha os dispositivos necessários: o primeiro passo (e o mais óbvio) é que você precisa ter as ferramentas essenciais para executar as atividades do trabalho, como computador, tablet, smatphone e conexão à internet. É importante que a empresa estabeleça os melhores dispositivos para o trabalho e, se for o caso, os forneça.
  • Tenha um lugar adequado para trabalhar: seja um escritório ou um mesa específica da casa, é imprescindível que o profissional tenha um local ideal para executar suas atividades diárias. É importante que o trabalho não seja feito na cama ou no sofá, por exemplo, ou em locais com muito barulho. Lembre-se que, apesar do conforto de estar em casa, o trabalho remoto não deve ser levado menos a sério do que o trabalho em escritório. É importante, no entanto, que o profissional tenha uma cadeira confortável e um espaço adequado para seus materiais de trabalho.
  • Evite distrações: é importante que, após definir seu local de trabalho, você evite distrações. Ou seja, evite perder o foco por conta de familiares, animais de estimação ou outros estímulos como televisão, rádio ou redes sociais. É importante que toda a família entenda, se for o caso, que você está em casa para trabalhar e que durante sua jornada de trabalho, você está indisponível para afazeres domésticos ou outras solicitações.
  • Estabeleça metas diárias: o seu desempenho ao trabalhar de casa pode ser muito maior se você se organizar e estabelecer metas diárias a serem cumpridas. Faça uma listagem de suas tarefas e compromissos e tente cumpri-los de acordo com uma ordem de importância.
  • Faça intervalos periódicos: na sua organização do dia, inclua também momentos de descanso. O indicado é que você faça pausas de 10 a 15 minutos a cada 2h de trabalho. Você pode usar esse tempo para se alongar, pegar um lanche ou café e até checar mensagens e redes sociais (sempre tomando cuidado com as distrações excessivas).
  • Invista em ferramentas de gestão: a gestão a distância é indispensável para as organizações que adotam o trabalho remoto. É necessário estabelecer uma forma de acompanhar atividades, compartilhar conteúdos, apontar responsáveis por tarefas e verificá-las de tempos em tempos. Isso pode ser facilitado por sistemas de bate papo por voz e vídeo, que permitem uma comunicação mais clara entre as equipes.
  • Invista em armazenamento de dados: para que os registros de atividades, atendimentos, dados compartilhados entre os profissionais e outras movimentações de informação não sejam perdidos, é essencial que a empresa tenha um servidor que consiga armazenar os dados e registros essenciais em rede. Esse espaço de armazenamento de arquivos deve ser suficiente para garantir o bom desempenho e backup de tarefas.
  • Aposte em agendas compartilhadas: há várias ferramentas que permitem a integração de tarefas através de agendas virtuais compartilhadas. No caso de equipes que trabalham remotamente, tais agendas são uma solução ótima para a gestão de projetos e atividades e o cumprimento de metas e prazos, evitando que as atividades sejam esquecidas ao longo do caminho. Essa também é uma boa forma de verificar o desempenho das equipes.
  • Ofereça treinamentos: a gestão do trabalho remoto também consiste em oferecer treinamentos dos dispositivos e programas que serão usados pelos colaboradores. É necessário que os profissionais tenham atualização constante a respeito das funcionalidades disponíveis para o trabalho remoto e empresas que desenvolvem iniciativas para tais atualizações e treinamentos tendem a ter ótimos resultados.
  • Estimule a comunicação: é importante que os gestores estimulem a comunicação entre as equipes para manter todos os membros do time alinhados quanto às atividades que são realizadas remotamente.

Considerações finais:

O trabalho remoto é uma modalidade que tende a ser cada vez mais adotada pelas empresas brasileiras e, com isso, várias ferramentas de gestão deverão ser incorporadas às rotinas das organizações. A mywork oferece a solução de controle e tratamento de ponto mais completa do Brasil e pode ser utilizada tanto em escritórios com regime de trabalho presencial quanto para empresas que adotam a política de Home Office. 

Você pode testar o sistema de controle de ponto online da mywork gratuitamente durante 15 dias! Basta clicar aqui.

Nenhum comentário em TRABALHO REMOTO: 10 DICAS IMPERDÍVEIS

Deixe uma resposta