O Guia Completo da Transição de Carreira 2 semanas atrás

Você sabe o que é a transição de carreira?

Muitos profissionais ao longo de sua carreira se deparam com a vontade de mudar de profissão e isso pode acontecer por diversos motivos: há situações em que os gostos e vontades do trabalhador mudam com o passar do tempo e a ocupação profissional que outrora parecia ser ideal, passa a não ser tão satisfatória.

Em alguns casos, o mercado de trabalho não está com perspectivas de empregabilidade animadoras ou o pagamento de salários não é tão recompensador para a atividade exercida. Há ocasiões, também, em que o trabalhador simplesmente deseja realizar um sonho profissional que não pôde seguir no início de sua carreira e, motivado por razões pessoais, decide mudar de profissão.

O desejo de fazer uma transição de carreira, que é o ato de mudar de profissão, pode ser motivado por diversos fatores, mas todos eles têm uma coisa em comum: a busca por mais satisfação e realização profissional.

Mas quando um trabalhador se vê diante do desafio de mudar de profissão, é comum que sentimentos de insegurança e medo venham à tona, afinal, muitos  brasileiros são ensinados desde cedo que uma carreira de sucesso é aquela construída em uma grande empresa e ao longo de muitos anos. Essa expectativa, no entanto, não corresponde mais à realidade do mercado de trabalho atual, que é muito mais dinâmico e permite muito mais flexibilidade de atuação aos profissionais.

No entanto, para que os trabalhadores possam fazer uma transição de carreira com êxito, é preciso muita organização e planejamento!

Pensando em ajudar os profissionais que estão considerando passar pela transição de carreira ou já estão passando por esse processo, nós da mywork elaboramos este guia completo no qual você pode encontrar as principais informações a respeito da transição de carreira e os passos fundamentais para mudar de carreira em diferentes fases da vida profissional.

Quer saber mais sobre a transição de carreira e como passar por esse processo sem estresse? Continue a leitura e descubra as particularidades do assunto!

O que é transição de carreira?

Como você já deve imaginar, a transição de carreira é o movimento de mudança na área de atuação de um profissional, ou seja, uma mudança em sua profissão.

Não existem características oficiais que delimitem o que é ou o que não é uma transição de carreira, por isso, a mywork entende que esse processo pode acontecer tanto entre diferentes áreas de atuação profissional quanto dentro da própria área que o trabalhador já está inserido. 

Vamos dar um exemplo prático:

Um profissional que atua na área bancária durante anos e realiza uma transição de carreira para trabalhar com gastronomia fez, sim, uma transição de carreira entre duas áreas distintas.

Ao mesmo tempo, um profissional que atua na área de criação publicitária pode fazer uma transição de carreira dentro dessa mesma área, atuando como designer, por exemplo. Nesse caso, o profissional não mudou “radicalmente” de área para fazer sua transição de carreira e não precisa fazer outra graduação para atuar no novo segmento, por exemplo.

Vale relembrar que embora a transição de carreira seja completamente possível para os trabalhadores que desejam uma mudança na vida profissional por motivos pessoais, esse processo nem sempre é uma escolha. Em casos de desemprego e dificuldades de recolocação profissional, a transição de carreira às vezes pode ser a única solução para que o trabalhador se mantenha no mercado de trabalho.

O que pode motivar uma transição de carreira?

Existem vários fatores que podem motivar a busca de uma transição de carreira entre os trabalhadores. Para facilitar o entendimento dos principais motivos que podem desencadear o desejo de mudar de profissão, reunimos as quatro principais motivações a seguir:

  • Demissões em massa e crise de empregabilidade:

    o mercado de trabalho constantemente passa por mudanças estruturais que podem desencadear problemas de empregabilidade em alguns setores e demissões em massa. Situações como essas podem levar diversos trabalhadores a buscar novas oportunidades de atuação profissional.

  • Idade do profissional:

    há uma série de áreas de atuação profissional nas quais os profissionais não conseguem seguir a partir de uma certa idade, como é o caso do esporte profissional. Basta pensarmos na quantidade de atletas de alto nível se aposentam antes dos quarenta anos hoje em dia. Esses limites naturais que surgem com a idade são fatores que podem motivar uma transição de carreira. Muitos desses atletas tornam-se técnicos ou empresários!

  • Profissões que deixam de existir:

    com avanços tecnológicos em diversas áreas do mercado já não é novidade ouvirmos a respeito de profissões que estão desaparecendo ou já desapareceram por completo. Também é comum que mesmo que a profissão não desapareça, o surgimento de novas soluções tecnológicas exija que o profissional desenvolva novas habilidades e competências. Em contextos como este, é muito comum que a transição de carreira seja uma opção buscada pelos trabalhadores.

  • Insatisfação com a profissão atual:

    a insatisfação pode ser motivada por diversos fatores, desde o estresse da profissão até a falta de tempo com a família ou a vontade de seguir a profissão dos sonhos.

 

Mas independente das motivações para a transição de carreira, há uma série de fatores em comum entre os casos. A seguir, vamos falar mais um pouco sobre as situações mais comuns numa transição de carreira.

Quais são os cenários mais comuns na transição de carreira?

Como mencionamos anteriormente, a transição de carreira pode causar sentimentos desconfortáveis ao profissional que está passando por esse processo e este é o primeiro cenário mais comum quando falamos da transição.

O sentimento de incerteza, insegurança e até mesmo de medo diante da perspectiva de deixar o emprego e mudar de área de atuação é assustador quando confrontado pela primeira vez. 

Por isso, quando tal desconforto vem à tona, é importante não se deixar abalar pela sensação de insegurança frente ao desconhecido, pois enfrentar uma mudança tão grande nem sempre é fácil, mas é extremamente recompensante quando o objetivo final é atingido.

Assim, o cenário mais comum seguinte ao desconforto é a separação. É o momento em que o profissional decide encarar a transição de carreira e encara seu novo contexto com curiosidade, entendendo que há uma grande quantidade de possibilidades a serem exploradas na busca pela nova ocupação.

Nesse estágio da transição de carreira é quando costuma acontecer o desligamento do antigo emprego, que marca o início do novo ciclo de trabalho do profissional em uma nova área.

Por fim, o terceiro estágio mais comum na transição de carreira é aquele marcado pelo entusiasmo de explorar o mercado de trabalho. Nesse período, é comum que o trabalhador dê início a cursos profissionalizantes e de atualização, se candidate a novas oportunidades de trabalho ou até mesmo comece seu próprio negócio.

É claro que todos os cenários apresentados não necessariamente acontecem nesta ordem ou afetam os profissionais da mesma maneira! 

É possível que um profissional decidido a abrir seu próprio negócio não se sinta nem um pouco desconfortável em sair de seu antigo emprego, da mesma forma que um trabalhador pode começar seu processo de transição de carreira sem necessariamente sair de seu emprego atual.

O importante é que, independente da fase em que o trabalhador se encontra, um planejamento detalhado e cuidadoso seja feito para que a transição de carreira seja feita de maneira tranquila.

Como ter sucesso na transição de carreira?

Cada profissional tem experiências, vivências e impressões muito distintas no mercado de trabalho ao longo dos anos. No momento de escolha da profissão, que para muitos acontece perto dos 18 anos de idade, é difícil que os indivíduos tenham conhecimento e vivência suficiente sobre o mercado e sobre a área escolhida a ponto de ter certeza de que o caminho escolhido será trilhado até o momento da aposentadoria, por exemplo.

Por isso, a transição de carreira é mais comum que imaginamos e há várias ações que podem ser tomadas para uma transição de carreira de sucesso. A seguir, reunimos algumas dicas do que os trabalhadores podem fazer para passar pela transição de forma organizada e proveitosa:

Identifique suas motivações para buscar a transição: entender os aspectos profissionais e emocionais que estão motivando sua busca por uma nova carreira é um passo fundamental para o sucesso dessa empreitada.

Tente entender exatamente o que está te motivando a deixar sua profissão atual e extraia destas motivações aquelas que podem te impulsionar para sua próxima decisão.

Se seu principal objetivo é deixar sua profissão atual para atuar na profissão dos sonhos, liste o que pode te mover para atingir esse objetivo. Caso a busca pela transição de carreira seja motivada pelo desaparecimento de sua profissão, identifique quais são as suas habilidades e competências que te ajudem a encontrar outra ocupação em áreas semelhantes ou completamente diferentes!

O importante nessa etapa é apostar no autoconhecimento. É importante saber com clareza quais são as habilidades, características pessoais e competências profissionais que podem te ajudar em novos desafios e, mais do que isso, entender o que realmente lhe trará realização profissional e pessoal ao final da transição de carreira.

Planeje sua transição: é fundamental que o profissional que está passando pela mudança de carreira desenhe um planejamento detalhado desse processo. Como escolhemos nossa profissão muito cedo, quando somos confrontados com questões como “o que você quer da sua vida profissional?” é normal ficarmos confusos.

Por isso, é importante traçar um plano claro para que a transição de carreira tenha êxito. O primeiro passo deve ser o planejamento e criação de uma reserva financeira, para que o processo de recolocação profissional seja financeiramente viável.

Também é importante ter um planejamento temporal para que a transição aconteça, afinal, uma mudança tão grande não acontece de um dia para o outro. É interessante que os profissionais que estão passando pela transição organizem seu tempo entre profissionalização, candidatura a novas vagas de trabalho, networking, etc.

Estude e pesquise: como toda grande decisão, a transição de carreira exige muita preparação e clareza a respeito das possibilidades que podem se abrir para o profissional. 

Conhecer o mercado de trabalho e o cenário econômico do país, por exemplo, são ações essenciais para que a transição de carreira aconteça de maneira mais tranquila e sem grandes surpresas, pois é entendendo o contexto de trabalho em que se planeja ingressar que os profissionais podem se preparar para os novos desafios.

Conhecer a área na qual se deseja ingressar permite que o profissional alinhe suas expectativas com o cenário de trabalho que o aguarda na nova profissão, além de ajudar no entendimento de quais são as habilidades que já poderão ser aproveitadas no novo emprego e quais deverão ser desenvolvidas.

Use as ferramentas disponíveis para aumentar suas chances: as possibilidades de recolocação profissional em outras áreas são enormes, mas a chance de encontrar uma nova oportunidade dentro do tempo planejado pode ser maior quando o profissional tem uma rede ativa de contatos nas mais diversas áreas.

Praticar o networking, que é basicamente alimentar sua rede de contatos profissionais e pessoais, é muito importante para encontrar uma nova oportunidade de trabalho, pois além de ampliar seu rol de conhecidos e amigos que podem criar pontes para uma nova carreira, o networking também permite que você mostre sua resiliência e capacidade de decisão ao optar pela transição de carreira.

Considerações finais

Quando um profissional opta por mudar de profissão, é importante que essa mudança venha para trazer resultados positivos.

 A transição de carreira deve proporcionar não apenas ganhos financeiros adequados à necessidade do profissional, mas também deve trazer mais felicidade e satisfação. 

As medidas de sucesso são subjetivas, mas suspeitamos que a qualidade de vida e a satisfação pessoal são indicadores interessantes para uma transição de carreira de sucesso.

E para as empresas que estão prospectando novos talentos que estão passando pela transição de carreira, há uma série de processos de ferramentas que podem ajudar não apenas nos processos de contratação de novos funcionários, mas também na gestão de rotinas diárias dos profissionais, tais como o controle de ponto, a gestão de banco de horas, gestão de férias, etc. 

Se você está buscando uma ferramenta para facilitar o gerenciamento de tais rotinas na sua organização, conte com a mywork! Você pode testar nossas soluções para Departamento Pessoal durante 15 dias clicando aqui!

Nenhum comentário em O Guia Completo da Transição de Carreira

Deixe uma resposta