Seguro de Vida para Funcionários: Qual a Importância? 2 semanas atrás

Um dos benefícios trabalhistas que muitas vezes as empresas oferecem é o seguro de vida para funcionários.

Diante de um cenário em que a retenção de talentos é cada vez mais importante, não são poucas as empresas que reúnem esforços para oferecer um pacote de benefícios de qualidade aos colaboradores com objetivo de aumentar a produtividade no trabalho, elevar a satisfação interna e reduzir os índices de turnover.

Entre os benefícios que são oferecidos para os colaboradores como forma de reter talentos está o seguro de vida. Oferecer um seguro de vida para funcionários agrega muito nos processos de decisão de profissionais que estão em processo de mudança de emprego, por exemplo, pois essa solução garante que o trabalhador e sua família estarão amparados financeiramente em casos de falecimento ou situações que impeçam o trabalhador de continuar exercendo suas atividades profissionais.

Ao mesmo tempo, apesar do seguro de vida ser um benefício interessante para muitos trabalhadores brasileiros, muitos profissionais acabam não aderindo ao plano de seguro de vida corporativo por não compreenderem como funciona essa solução.

Justamente para desmistificar o funcionamento do seguro de vida para funcionários e pensando em esclarecer as vantagens deste benefício na vida dos brasileiros, a mywork trouxe um artigo completo para te ajudar a entender como funciona o seguro de vida empresarial, quais seus benefícios para a empresa e para o trabalhador e quais são os tipos de seguro de vida que existem. 

Se você quer saber mais a respeito desse assunto para tomar a melhor decisão estratégica para o seu negócio, continue a leitura!

O que é o seguro de vida para funcionários?

O seguro de vida para funcionários, também conhecido como seguro de vida empresarial ou corporativo, é uma modalidade de seguro de vida em grupo que é destinado aos colaboradores de uma organização.

O principal objetivo desse tipo de seguro de vida é preservar e proteger o capital humano das empresas e é oferecido como benefício trabalhista por muitas organizações no Brasil.

Como funciona o seguro de vida para funcionários?

O departamento de Recursos Humanos deve analisar atentamente as reais necessidades dos trabalhadores que irão usufruir do seguro de vida na empresa, para que o melhor plano seja escolhido de acordo com as particularidades dos membros do grupo.

As seguradores têm diferentes tipos de cobertura para os seguros de vida empresariais, pois é possível contratar uma cobertura básica para casos de falecimento, acidentes e invalidez ou pacotes que também englobam internações hospitalares, tratamento de doenças graves e despesas médicas, por exemplo. 

Como essa solução pode ir muito além da indenização à família em caso de falecimento do trabalhador, por exemplo, trouxemos um exemplo do que um pacote completo de seguro de vida geralmente cobre:

  • Assistência funerária: que auxilia a família do trabalhador com os processos burocráticos e gastos do funeral em casos de falecimento;
  • Prêmio em vida adiantado: em casos de doenças terminais ou crônicas que são desenvolvidas pelo trabalhador, há a possibilidade de adiantar o pagamento da indenização do trabalhador à família ainda em vida;
  • Assistência emergencial: esse tipo de cobertura é aquela que ampara os trabalhadores em casos de viagens nacionais ou internacionais feitas a trabalho;
  • Despesas médicas e odontológicas: que podem ser usadas em caso de acidentes;
  • Incapacidade temporária por acidente: quando um trabalhador segurado sofre um acidente e precisa ser afastado do trabalho temporariamente, o seguro permite que ele receba uma renda diária.

Por que é importante contratar um seguro de vida para funcionários?

Fomentar a satisfação dos colaboradores no ambiente de trabalho é uma estratégia importante para qualquer gestão de pessoas, pois é essencial que os profissionais que fazem parte do quadro de funcionários da empresa sintam que são valorizados no dia a dia de trabalho.

Uma das formas mais utilizadas para fomentar a satisfação dos trabalhadores é justamente oferecendo soluções que levam em consideração a saúde de cada um, pois isso faz com que os indivíduos se sintam bem e seguros. Assim, mais do que proporcionar um ambiente de trabalho confortável e favorável para a execução das atividades diárias, é fundamental que o trabalhador saiba que pode contar com o amparo da empresa em situações de necessidade.

Os benefícios trabalhistas têm um papel fundamental nessa percepção de segurança por parte dos funcionários, pois através deles, as organizações tendem a manter os níveis de produtividade e engajamento das equipes em alta.

O seguro de vida é um dos pilares dos benefícios corporativos que, quando aliado com outras soluções de planos de saúde e previdências, por exemplo, é um elemento muito atrativo para diversos profissionais. Muitas vezes, a oferta do seguro de vida é um grande fator decisivo para profissionais que estão considerando mudar de emprego.

Dessa forma, cada vez mais empresas estão oferecendo o seguro de vida para funcionários como parte de seus pacotes de benefícios trabalhistas. Muitas organizações também adotam essa solução como parte de seus benefícios por conta de determinações de convenções coletivas de trabalho ou por regras sindicais. Nesse caso, a oferta do seguro de vida faz parte da política de Recursos Humanos da empresa.

Quem pode usufruir do seguro de vida nas empresas?

Uma das vantagens de oferecer o seguro de vida na sua empresa é justamente a abrangência da cobertura desse tipo de serviço, pois dependendo do plano contratado, tanto os funcionários quanto os sócios, estagiários, terceirizados e executivos podem usufruir do benefício.

No entanto, ao fazer a contratação de um seguro de vida para a empresa, o departamento de RH deverá saber se é possível oferecer esse benefício a todos os funcionários ou apenas a determinados grupos da empresa.

Ter esse conhecimento é importante porque existem seguradoras que não cobrem determinados grupos, como aqueles formados por menos de dez pessoas, o que pode ser negativo para algumas empresas. No entanto, há soluções de seguro de vida que oferecem melhores condições de pagamento à medida que o número de colaboradores aumenta.

Além destes, o departamento de RH também deve considerar fatores como gênero, média de idade dos funcionários, ocupações de cada um, riscos de cada cargo, salários, etc, antes de tomar a decisão pelo melhor plano. As situações em que um trabalhador ou seus familiares poderão contar com a cobertura do seguro de vida também devem ser previstas em contrato, para evitar problemas em casos de acidente, incapacidade ou morte.

Por isso, ao contratar uma solução de seguro de vida para a sua organização é preciso entender profundamente a respeito das vantagens e das regras para implementação deste recurso.

O seguro de vida para funcionários é obrigatório em todas as empresas?

Não. Apesar de ser um benefício extremamente atrativo para muitos profissionais, não há nenhuma lei que obrigue as empresas a oferecerem o seguro de vida para seus colaboradores.

No entanto, existem algumas categorias profissionais nas quais os empregadores são obrigados a oferecer esse benefício aos colaboradores por conta de regras sindicais e convenções coletivas. 

As categorias profissionais nas quais o seguro de vida é obrigatório são:

  • Construção civil;
  • Comércio de alimentos no varejo;
  • Postos de combustível;
  • Funcionários de condomínios;
  • Hotelaria, motéis e hospedagem;
  • Serviços de padaria, bares, churrascarias, buffets, pizzarias e restaurantes;
  • Profissionais de contabilidade;
  • Profissionais de educação;
  • Instalação e manutenção de redes de telecomunicação;
  • Indústrias têxteis e de vestuário;
  • Prestadores de serviço no geral;
  • Despachantes;
  • Trabalhadores de indústrias de instalações elétricas;
  • Trabalhadores de indústrias hidráulicas;
  • Trabalhadores de indústrias de gás e sanitárias;
  • Motoboys e outros tipos de entregadores;
  • Indústria de louças e porcelana de barro ou cerâmica;
  • Entre outras.

Quais são as vantagens do seguro de vida corporativo?

O seguro de vida corporativo apresenta uma série de vantagens tanto para a empresa quanto para seus colaboradores.

 A relação de vantagem mais direta que podemos perceber é justamente o aumento da sensação de segurança e confiança dos trabalhadores que são amparados pelo seguro e, ao mesmo tempo, o aumento da produtividade na empresa.

Além disso, o seguro de vida nas empresas pode trazer uma série de outros benefícios, tais como:

  • Aumento da fidelidade do trabalhador à empresa;
  • Motivação para os colaboradores, já que eles e seus familiares podem usufruir do benefício;
  • Diminuição do índice de turnover empresarial;
  • Redução de custos com pagamentos rescisórios, novos processos seletivos e contratações;
  • Diferencial competitivo para a empresa frente à outras concorrentes do mercado;
  • Vantagens fiscais para a empresa no pagamento de Imposto de Renda;
  • Complemento do seguro de acidentes de trabalho e pessoais.

Qual é a diferença entre o seguro de vida em grupo e o individual?

Quando o seguro de vida é individual, existe a possibilidade de assegurar qualquer pessoa física com idades entre 18 e 65 anos e as questões que envolvem o pagamento, a vigência do seguro e os serviços oferecidos são escolhidos integralmente pelos segurados.

Diferentemente de um seguro de vida individual, o seguro em grupo não permite a negociação isolada de condições e valores com cada um dos beneficiários, por se tratar de uma apólice padronizada contratada pela empresa. Por outro lado, apesar de não permitir tal flexibilidade, o custo de contratação do modelo de seguro de vida coletivo é expressivamente mais baixo do que o individual.

E como funciona o pagamento do seguro de vida para funcionários?

Como comentamos, há diversos modelos de seguro que quanto maior o número de colaboradores, menor é o valor que será pago para a contratação junto à seguradora.

O seguro de vida coletivo pode ser custeado de três formas:

  • Custo integral pago pela empresa;
  • Custo pago de forma mista, parte pela empresa e parte pelo colaborador;
  • Custo integral pago pelo funcionário (nesse caso, a adesão ao benefício é opcional).

Considerações finais

Sabemos que escolher um seguro de vida para funcionários de uma empresa nem sempre é uma tarefa fácil. É preciso avaliar cuidadosamente as necessidades de cada colaborador e encontrar uma solução que dê amparo aos profissionais ao mesmo tempo que cabe no orçamento da organização.

O seguro de vida dos colaboradores também deve ser integrado nas rotinas internas de gestão de pessoas da empresa, uma vez que, caso um funcionário (ou seus dependentes) precise acionar o seguro de vida, a organização tenha clareza a respeito da situação em que o seguro foi usado e as ações que serão tomadas para amparar o colaborador. 

E para tornar o seu dia a dia de gestão ainda mais prático e ágil, você pode contar com as soluções da mywork. Nosso sistema de controle de ponto online e gestão de Departamento Pessoal permite que você faça todo o controle de frequência dos colaboradores, bem como acompanha o banco de horas, faltas, afastamentos do trabalho e outras vertentes que impactam no dia a dia de trabalho.

Você pode testar a mywork gratuitamente durante 15 dias clicando aqui!

Nenhum comentário em Seguro de Vida para Funcionários: Qual a Importância?

Deixe uma resposta