5 dicas para melhorar a experiência do colaborador 3 semanas atrás

Você conhece as principais estratégias para melhorar a experiência do colaborador?

A experiência do colaborador, também conhecida como “employee experience”, é um conceito que abrange toda a vivência de todos os profissionais que interagem com uma empresa.

Desde o momento em que participa de um processo de admissão até o instante em que deixa a organização, o profissional está tendo vivências, opiniões e sentimentos particulares a respeito da organização. Tudo isso é avaliado quando falamos sobre a experiência do colaborador.

E por que é importante conhecer estratégias para melhorar a experiência do colaborador?

Porque essa experiência pode ser um grande diferencial na prospecção e retenção de talentos para as empresas, além de ser um bom balizador de como estão as dinâmicas internas da organização, como lideranças, projetos, relações interpessoais, gestão de pessoas, etc.

Sabemos que muitas empresas ainda não estão familiarizadas com o conceito de experiência do colaborador e, por isso, vamos te ajudar a entender mais sobre o assunto.

Neste artigo, tanto gestores quanto empregadores poderão encontrar dicas para melhorar a experiência diária dos funcionários no ambiente de trabalho. Ao longo da leitura, você vai entender:

  • O que é experiência do colaborador;
  • Por que as empresas devem se preocupar com employee experience;
  • 5 dicas para melhorar a experiência do colaborador diariamente;
  • Ferramentas que podem ajudar a valorizar a experiência do colaborador.

Vamos em frente?

O que é experiência do colaborador?

Como você já deve saber, a experiência do colaborador é o conjunto de todas as percepções de um funcionário em relação à empresa em que trabalha. Mencionamos anteriormente que este conceito também é conhecido pelo seu termo em inglês, chamado “employee experience”.

Toda essa percepção que compõe a experiência do colaborador é formada desde o momento da contratação do profissional até seu desligamento, ou seja, engloba toda a permanência do trabalhador na organização.

É importante ressaltar que a experiência do colaborador não diz respeito apenas à questões de desempenho. 

Aliás, desempenho, engajamento e resultados de cunho profissional não são, nem de perto, os únicos fatores que podem impactar na experiência do usuário. A questão é bem mais subjetiva do que você imagina.

O foco central de toda análise da experiência do colaborador é justamente entender como eles se sentem e o que pensam sobre toda sua jornada na empresa. Isso exige que gestores e empregadores exercitem a empatia e tentem se colocar no lugar dos trabalhadores que atuam na organização.

Isso não só ajuda a entender mais sobre a experiência do colaborador, mas também é um importante exercício para enxergar a empresa sob uma nova ótica.

Por que as empresas devem se preocupar com employee experience?

Todo profissional que lida com gestão de pessoas deve entender que o capital humano é o recurso mais valioso e o pilar central para o sucesso de qualquer negócio. Diante de um mercado de trabalho cada vez mais competitivo, as empresas têm um desafio de atrair e reter talentos que agreguem às rotinas internas e aos resultados.

Oferecer um bom clima organizacional, com uma cultura sólida e centrada no bem-estar como meio para a produtividade é fundamental para se diferenciar da concorrência e “pescar” os melhores talentos disponíveis.

Diante disso, a experiência do colaborador acaba se tornando um termômetro importante para avaliar a satisfação interna e pensar em estratégias para que esse capital humano seja valorizado e estimulado.

Tudo isso impacta diretamente nos negócios, pois quanto melhor for a experiência dos funcionários, maiores são as chances de desenvolver equipes engajadas e orientadas para o crescimento da empresa.

Mais do que isso, apostar em estratégias de melhoria da experiência do colaborador é uma excelente maneira de se tornar uma marca empregadora e uma referência no mercado de trabalho.

5 dicas para melhorar a experiência do colaborador

Agora que você já entendeu o que é a experiência do colaborador e por que as empresas devem se preocupar com essa questão, vamos ao ponto central: como melhorar a experiência dos funcionários na prática?

Podemos dizer que é muito mais fácil aprimorar o dia a dia dos funcionários quando conhecemos bem as necessidades de cada um. Afinal, todos temos motivações distintas, precisamos de estímulos diferentes, preferimos determinadas abordagens e tarefas…

Para empresas pequenas, que contam com um número reduzido de funcionários, identificar tais estímulos e necessidades particulares tende a ser mais fácil do que para grandes empresas.

Isso acontece porque, geralmente, grandes organizações contam com muitos funcionários e muitos perfis diferentes, o que dificulta abordagens mais particulares sobre os desejos e necessidades profissionais e pessoais de cada um.

No entanto, há algumas estratégias que podem ser aplicadas de forma universal para todos os tipos de empresa, pois podem ser facilmente aplicadas, analisadas e transformadas em resultados positivos e potencializadores para os funcionários.

Aqui vamos te mostrar 5 dicas fundamentais para melhorar a experiência do colaborador na sua empresa:

  • Dê voz aos funcionários: 

O primeiro passo de qualquer estratégia voltada para a experiência do colaborador é ouvi-lo, pois é praticamente impossível construir uma ação de valorização dos funcionários sem saber o que este público deseja.

É importante construir uma relação de confiança e respeito entre a empresa e o colaborador, já que é de interesse de ambas as partes que a experiência de trabalho 1) seja positiva e 2) tenha bons resultados.

Assim, os funcionários devem ter voz ativa no que envolve o processo de valorização de sua experiência na empresa e, para que isso seja possível, a organização pode apostar em pesquisas de satisfação interna, entrevistas e feedbacks anônimos para entender o que os colaboradores pensam, sentem e esperam da organização.

  • Promova a comunicação interna transparente:

A comunicação interna é um dos pontos centrais para o sucesso de qualquer empresa, pois todos devem estar alinhados às mesmas expectativas, projetos e à mesma cultura.

É comprovado que negócios que contam com uma comunicação interna aberta e direta entre as equipes (leia-se por equipes: funcionários, gestores, diretores, etc) são menos propensos a ter problemas com gestão de pessoas.

Dessa forma, para que estratégias voltadas para a experiência do colaborador tenham sucesso é preciso criar uma cultura de comunicação transparente e descentralizada no que diz respeito às ações, decisões e experiências que impactam diretamente os colaboradores.

  • Capacite lideranças:

A disseminação de boas práticas deve ser incentivada em todos os níveis hierárquicos, e pode ser muito frutífera se começar de cima para baixo. Afinal, é muito mais fácil aprender coisas novas pelo exemplo.

As lideranças da empresa devem ser as primeiras a entender o conceito de experiência do colaborador e disseminar as boas práticas para a valorização dessa experiência no dia a dia da corporação. 

A liderança engajada com a cultura da empresa tende a construir equipes mais produtivas e satisfeitas, além de cultivar resultados positivos.

  • Desenvolva a cultura de feedback:

Da mesma forma que é importante apostar em pesquisas de satisfação para identificar as necessidades dos colaboradores, também é importante desenvolver o hábito de feedbacks constantes na empresa.

Coletar as impressões e sugestões dos funcionários com frequência é uma ótima maneira de avaliar o estado da experiência dos colaboradores e seus níveis de satisfação.

Toda estratégia que visa valorizar os profissionais de uma empresa pode colher bons resultados da cultura do feedback, pois isso impacta diretamente em todos os pontos citados anteriormente.

As lideranças podem desenvolver habilidades de feedback e comunicação não agressiva, de forma a facilitar conversas sobre desempenho, metas, entre outros assuntos. Ao mesmo tempo, os funcionários se beneficiam de uma comunicação clara, assertiva e transparente ao mesmo tempo que sentem confiança na empresa.

A cultura de feedback descentralizada é essencial para mostrar aos funcionários que eles têm uma voz ativa dentro da empresa e que podem expressá-la sem medo.

  • Garanta oportunidades de crescimento

A valorização dos funcionários também deve visar o crescimento profissional de cada um.

Assim, ter um plano de cargos e salários, bem como desenvolver um plano de carreira, treinamentos e mentorias para os profissionais é uma estratégia muito benéfica para a empresa como um todo, pois é mais uma forma de motivar as equipes.

Há ferramentas que ajudam a valorizar a experiência do colaborador?

A experiência dos funcionários na empresa deve ser constantemente melhorada, especialmente por conta de todas as mudanças que vêm acontecendo no mercado de trabalho. As novas e rápidas dinâmicas que se manifestam também mudam os desejos e necessidades dos trabalhadores.

As empresas que se preocupam em melhorar tais rotinas internas, oferecendo uma cultura de feedback, identificando problemas de gestão e otimizando processos podem contar com várias ferramentas de gestão de pessoas.

Já existem algumas ferramentas, por exemplo, que acompanham métricas importantes para a experiência do funcionário e seus vários desdobramentos, como é o caso de soluções digitais que permitem pesquisas de opinião anônimas através da coleta de feedbacks (também anônimos) dos colaboradores.

Esse tipo de solução pode apontar determinadas situações que estão dificultando a comunicação interna entre gestores e colaboradores, ou identificar problemas de relacionamento entre duas lideranças que deveriam trabalhar em harmonia.

Isso permite que os gestores ou até mesmo a equipe de recursos humanos interfira em situações problemáticas para resolvê-las.

O mesmo acontece com ferramentas de gestão de dados, como é o caso do controle de ponto online da mywork.

O controle de ponto online permite que gestores e empregadores acompanhem as jornadas de trabalho dos funcionários em tempo real, o que ajuda a identificar e solucionar problemas como faltas excessivas ou atrasos.

Isso facilita a criação de estratégias para promover a assiduidade dos profissionais e, consequentemente, diminuir os indicadores de absenteísmo da empresa.

Se você quiser testar a solução de controle de ponto online da mywork, clique aqui e solicite seu teste grátis!

Nenhum comentário em 5 dicas para melhorar a experiência do colaborador

Deixe uma resposta